Nova Zelândia ordena confinamento em Auckland após primeiros casos de coronavírus em 102 dias

Nova Zelândia ordena confinamento em Auckland após primeiros casos de coronavírus em 102 dias

País havia sido citado pela OMS como exemplo no combate ao coronavírus

AFP

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern fez o anuncio nesta terça feira (11) após país registrar 4 novos casos da Covid-19

publicidade

A Nova Zelândia anunciou nesta terça-feira (11) as primeiras infecções por transmissão local do coronavírus em 102 dias, o que levou a primeira-ministra Jacinda Ardern a ordenar o confinamento de Auckland, a maior cidade do país.

Ardern, que teve a gestão na luta contra a Covid-19 elogiada em todo o planeta, disse que foram detectados quatro casos de origem desconhecida em uma família de Auckland.

"Depois de 102 dias, temos nossos primeiros casos de Covid-19 fora do isolamento ou dos centros de quarentena. Apesar de termos trabalhado de modo incrivelmente duro para prevenir este cenário, também nos preparamos para isto", afirmou a chefe de Governo.

Na segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) elogiou o país como um exemplo por ter conseguido "eliminar com êxito a transmissão comunitária".

A Nova Zelândia contabilizou 22 mortes em uma população de cinco milhões de habitantes e não registrava transmissões locais desde 1 de maio.

Como resultado, o país tem uma vida praticamente normal, sem medidas de distanciamento físico e com a organização de eventos culturais e esportivos com a presença de público.

As autoridades de saúde, no entanto, advertiram de modo reiterado que uma segunda onda de infecções era "inevitável".

A população de Auckland permanecerá confinada por pelo menos três dias a partir de quarta-feira e algumas medidas de distanciamento físico serão retomadas no restante do país.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895