Novo coronavírus mata 43 pessoas no Irã
capa

Novo coronavírus mata 43 pessoas no Irã

País tem tem 593 casos confirmados

Por
AE

Irã se prepara para a possibilidade de "dezenas de milhares" de pessoas serem testadas para a infecção


publicidade

O porta-voz do Ministério da Saúde do Irã, Kianoush Jahanpour, disse que o novo coronavírus matou 43 pessoas no país, que tem 593 casos confirmados. Ainda segundo o porta-voz, o país está se preparando para a possibilidade de "dezenas de milhares" de pessoas serem testadas para a infecção. A instrução oficial é para que a população reduza as viagens ao essencial e evite aglomerações, inclusive funerais.

Fora da China - o epicentro do surto -, o Irã é o país que mais contabilizou mortes por causa da nova epidemia. Com os números divulgados hoje, o número de casos confirmados pelo novo coronavírus no Oriente Médio ultrapassa 720.


Mais cedo, o Bahrein disse que tomaria providências legais contra viajantes vindos do Irã que não foram testados para a doença. A ilha na costa da Arábia Saudita também proibiu reuniões públicas por duas semanas. Segundo o Ministério de Interior do Bahrein, em nota, 2,292 pessoas entraram no país vindos do Irã. Desses, 310 contataram as autoridades e passaram por testes. Segundo o comunicado, não se descarta a possibilidade de prender e processar cidadãos que se recusarem a passar pelos exames.