OMS destaca escassez de material de proteção contra coronavírus

OMS destaca escassez de material de proteção contra coronavírus

Entidade afirmou que enviará equipamentos para países que solicitarem

AFP

Fora da China, 240 casos de contaminação já foram confirmados

publicidade

A quantidade de máscaras e outros materiais de proteção contra o novo coronavírus em todo o mundo é insuficiente, advertiu nesta sexta-feira o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS). "O mundo enfrenta uma escassez crônica de equipamentos de proteção pessoal", declarou o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em Genebra.

Ghebreyesus acrescentou que vai falar com os responsáveis pelas cadeias de fornecimento para tentar resolver os "gargalos" na produção. O governo chinês reconheceu no início da semana a necessidade urgente de máscaras protetoras para enfrentar a epidemia de pneumonia viral, que contaminou 31.161 pessoas na China continental, incluindo 636 mortalmente, segundo o último balanço oficial.

No resto do mundo, 240 casos de contaminação foram confirmados em cerca de 30 países e territórios, incluindo dois fatais, em Hong Kong e nas Filipinas. A OMS já anunciou esta semana que enviará máscaras, luvas, roupas de proteção, equipamentos respiratórios e kits para detectar o vírus aos países que pedem ajuda.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895