ONU: emissões de CO2 cairão apenas 2% até 2030 no ritmo atual

ONU: emissões de CO2 cairão apenas 2% até 2030 no ritmo atual

Cientistas apontam que queda necessária é de 43%

AFP

publicidade

Os atuais compromissos climáticos dos países resultarão em uma redução de apenas 2% das emissões dos gases de efeito estufa até 2030 na comparação com 2019, contra os 43% recomendados pelos cientistas, advertiu a ONU em um relatório divulgado nesta terça-feira (14).

A apenas duas semanas do início da COP28, o relatório mostra que a comunidade internacional avança a "pequenos passos para evitar a crise climática" e que precisa "dar passos de gigante na COP28", comentou Simon Stiell, diretor do organismo da ONU para a mudança climática.

A 28ª conferência sobre a mudança climática da ONU, que acontecerá de 30 de novembro a 12 de dezembro em Dubai, "deve ser uma guinada decisiva", afirmou Stiell. O informe publicado pela ONU Clima é a síntese anual dos últimos compromissos de redução de emissões, que são conhecidos como "Contribuição Determinada a Nível Nacional" (NDC, na sigla em inglês).

As contribuições voluntárias para reduzir as emissões de gases do efeito estufa foram assumidas pelos 195 signatários do Acordo de Paris de 2015. A COP28 em Dubai deve estabelecer a primeira avaliação oficial e as primeiras correções.

Levando em consideração as 20 novas NDC revisadas apresentadas até o fim de setembro, "o relatório mostra, em conformidade com as conclusões da análise do ano passado, que embora as emissões não aumentem após 2030 na comparação com os níveis de 2019, ainda não mostram a tendência de queda rápida que a ciência considera necessária nesta década".

O Acordo de Paris de 2015 estabelece a meta de limitar o aquecimento global "bem abaixo de 2°C na comparação com os níveis pré-industriais", quando a humanidade começou a explorar as energias fósseis responsáveis pelas emissões de gases do efeito estufa em larga escala, e se possível a 1,5°C.

Para conter o aquecimento global do planeta em 50% e alcançar 1,5°C, no entanto, as emissões globais devem ser reduzidas em 43% até 2030 na comparação com os níveis de 2019, segundo o relatório mais recente do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), elaborado por especialistas da ONU.

O balanço do Acordo de Paris, que deve ser apresentado na COP28, é um pré-requisito para a revisão obrigatória das NDC até 2025. Na COP26, que aconteceu em 2021 em Glasgow, os signatários do acordo se comprometeram a revisar as NDC anualmente, e não a cada cinco anos, mas poucos países seguiram o compromisso.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895