Pandemia de Covid-19 deixa mais de 953.000 mortes no mundo

Pandemia de Covid-19 deixa mais de 953.000 mortes no mundo

Desde o início da pandemia, mais de 30.556.040 pessoas contraíram a doença

AFP

Países com mais óbitos são Índia, EUA e Brasil

publicidade

A pandemia de coronavírus provocou ao menos 953.025 mortes no mundo desde que o escritório da OMS na China registrou o surgimento da doença em dezembro, segundo um balanço estabelecido por AFP este sábado às 08h de Brasília com base em fontes oficiais. Desde o início da pandemia, mais de 30.556.040 pessoas contraíram a doença. Delas, pelo menos 20.629.000 se recuperaram, segundo as autoridades.

Este número de casos positivos reflete apenas uma parte do total, devido às diferentes políticas dos diferentes países para diagnosticar, já que alguns só o fazem com aqueles que precisam de hospitalização. Além disso, na maioria dos países pobres a capacidade de realizar testes de diagnóstico é limitada.

Na sexta-feira, foram registrados no mundo 5.813 novas mortes e 331.948 casos. Os países com mais óbitos segundo os últimos balanços oficiais são Índia com 1247, Estados Unidos (880) e Brasil (858). A quantidade de mortos nos Estados Unidos aumentou para 198.597, com 6.725.044 contágios. As autoridades consideram que 2.556.465 pessoas se recuperaram.

Depois dos Estados Unidos, os países com mais vítimas mortais são Brasil com 135.793 mortos e 4.495.183 casos, Índia com 85.619 mortos (5.308.014 casos), México com 72/803 mortos (688.954 casos), e Reino Unido com 41.732 mortos (385.936 casos).

O Peru registra a maior taxa de mortalidade, com 94 mortes a cada 100.000 habitantes, seguido pela Bélgica (86), Espanha (65), Bolívia (64) e Chile (64).

A China, sem considerar os territórios de Hong Kong e Macau, registrou um total de 85.269 pessoas contagiadas, das quais 4.634 morreram e 80.464 se recuperaram totalmente.

Neste sábado às 08h00 de Brasília e desde o início da epidemia, América Latina e Caribe soma 320.809 mortes (8.636.686 casos), Europa 224.786 (4.779.619), Estados Unidos e Canadá 207.837 (6.866.650), Ásia 123.321 (7.077.509), Oriente Médio 41.741 (1.771.780), África 33621 (1.392.772), e Oceania 910 (31.029).

Este balanço foi realizado com dados das autoridades nacionais coletados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido às correções das autoridades, ou à divulgação tardia dos dados, o aumento dos números publicados nas últimas 24 horas pode não corresponder exatamente com os do dia anterior.

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895