Parlamento finlandês aprova adesão à Otan com 95%

Parlamento finlandês aprova adesão à Otan com 95%

Movimento vem sofrendo forte oposição da Rússia, que ameaçou por diversas vezes o país nórdico

AFP

Primeira-ministra Sanna Marin participa de votação no parlamento

publicidade

O Parlamento finlandês votou, nesta terça-feira, em favor da adesão à Otan com uma maioria de mais de 95%, permitindo o envio da candidatura oficial do país nórdico à sede da Aliança. Ao final de uma sessão parlamenta de dois dias, o projeto de adesão foi adotado por 188 votos a favor, oito contra e nenhuma abstenção.

Embora fosse esperada uma grande maioria, o resultado final supera as projeções. "É um resultado excepcional, não esperava que fosse tão claro. A votação é clara, não há mais discussões, hoje à noite (terça-feira) vamos assinar nossa carta de candidatura à Otan", disse o ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto.

Após a aprovação no Parlamento, o governo de Helsinque pode enviar sua candidatura à sede da Otan em Bruxelas simultaneamente com a da Suécia, o que "provavelmente" acontecerá na quarta-feira, segundo Haavisto. As candidaturas da Finlândia e da Suécia, consequência direta da invasão russa da Ucrânia, foram formalizadas no domingo e na segunda-feira, respectivamente.

Na Suécia, onde o Parlamento foi consultado na segunda-feira, a ministra das Relações Exteriores, Ann Linde, assinou o formulário de inscrição nesta terça-feira, durante uma cerimônia.

Veja Também

 



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895