Polícia prende 26 pessoas em protestos na Suécia

Polícia prende 26 pessoas em protestos na Suécia

Manifestantes protestam contra projeto de grupo de extrema-direita de queimar em público um Alcorão

AFP

publicidade

Ao menos 26 pessoas foram detidas na Suécia após confrontos no domingo entre as forças de segurança e manifestantes que protestavam contra o projeto de um grupo de extrema-direita de queimar em público um Alcorão, informou a polícia nesta segunda-feira.

Oito pessoas foram detidas em Norrköping, centro do país, em um bairro de grande população muçulmana. Na cidade vizinha de Linköping, 18 pessoas foram detidas.

As duas cidades registraram confrontos violentos no domingo, pela segunda vez em quatro dias. Durante os distúrbios, pedras foram jogadas contra a polícia e carros foram queimados.

Na quinta-feira, os manifestantes protestaram contra um evento do movimento contra a imigração e anti-islã "Linha dura", liderado pelo sueco-dinamarquês Rasmus Paludan, que está em viagem pela Suécia e foi condenado na Dinamarca por "insultos racistas". Ele organiza encontros em bairros com grande população muçulmana para queimar publicamente cópias do Alcorão, o livro sagrado do islamismo.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895