Presídio em Rio Branco, no Acre, registra fuga de 26 detentos ligados ao PCC
capa

Presídio em Rio Branco, no Acre, registra fuga de 26 detentos ligados ao PCC

Polícia Federal foi acionada para auxiliar na fiscalização em aeroportos

Por
AFP

Após acessar o pátio, o grupo usou cordas improvisadas com lençóis para escalar o muro do estabelecimento penal

publicidade

Ao menos 26 presos fugiram da Penitenciária Francisco d´Oliveira Conde, em Rio Branco, no Acre, na madrugada desta segunda-feira. De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública, os detentos, que cumpriam pena em regime fechado, escaparam por um buraco aberto na parede de uma cela do Pavilhão L. Após acessar o pátio, o grupo usou cordas improvisadas com lençóis para escalar o muro do estabelecimento. Eles são da facção criminosa denominada Bonde dos 13, aliada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), que atua em vários estados brasileiros

O governo estadual já solicitou apoio de outras instituições, inclusive federais e de estados vizinhos, para tentar evitar que os presos deixem o estado e sejam recuperados o quanto antes. Barreiras policiais foram instaladas ou reforçadas em Rio Branco com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal e do Exército.

A Polícia Federal foi acionada para auxiliar na fiscalização em aeroportos, enquanto à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e ao Ministério Público foram solicitados apoio à investigação de eventuais responsabilidades pela fuga dos detentos. Forças policiais estão no local, dando apoio à recontagem dos presos e reforçando a segurança no presídio. Além disso, para evitar novas fugas, a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública determinou a revista em todos os estabelecimentos penais do estado.