capa

Primeiro carro elétrico de grande autonomia chega à Índia

Kona, da Hyundai, pode percorrer 450 km com apenas uma carga

Por
AFP

Autonomia da bateria compensa problema indiano de escassez de postos de recarga

publicidade

Indianos já podem dirigir um carro elétrico de grande autonomia, no país onde ficam algumas das cidades mais poluídas do mundo. A fabricante de automóveis sul-coreana Hyundai começou a comercializar seu modelo Kona, capaz de percorrer 450 km em apenas uma carga, que custa cerca de US$ 36 mil (mais ou menos R$ 135 mil).

A autonomia da bateria do Kona compensaria um dos mais graves problemas para os clientes indianos - a escassez de postos de recarga. explicou o gerente-geral da Hyundai Motors na Índia, Seon Seob Kim, citado pela agência de imprensa local Press Trust of India.

O governo indiano anunciou na semana passada novos incentivos fiscais para o desenvolvimento de veículos elétricos. Carros elétricos representam apenas 0,6% do mercado na Índia, em comparação com 39% da Noruega, por exemplo, segundo dados oficiais citados pela Bloomberg News.

Segundo a ONG ambientalista Greenpeace, a Índia conta com 22 das 30 cidades mais poluídas do mundo. Em 2017, a poluição matou 1,24 milhão de indianos, segundo estudo da Lancet Planetary Health.