Rússia acusa Ucrânia de bombardear aldeia e ferir dois civis

Rússia acusa Ucrânia de bombardear aldeia e ferir dois civis

Ataque danificou várias casas na região de Belgorod

AFP

Acusação foi feita nesta segunda-feira

publicidade

O governador da região russa de Belgorod, fronteiriça com a Ucrânia, acusou nesta segunda-feira à noite Kiev de ter bombardeado uma aldeia afirmou que o ataque deixou dois civis feridos e danificou várias casas.

"Uma aldeia foi alvo de tiros (...) Sabemos que há civis feridos. Por enquanto são dois: um homem ferido na mão e uma mulher, no pescoço", disse Viacheslav Gladkov no Telegram.

EUA acredita que Ucrânia pode vencer a Rússia com o equipamento adequado

O governo dos Estados Unidos acredita que a Ucrânia pode vencer a guerra contra a Rússia se tiver o "equipamento certo", afirmou o comandante do Pentágono, Lloyd Austin, após uma viagem a Kiev ao lado do secretário de Estado, Antony Blinken. A ida de dois funcionários do alto escalão da administração do presidente Joe Biden coincide com o início do terceiro mês de guerra, que já provocou milhares de mortes e deixou milhões de deslocados.

"O primeiro passo para vencer é acreditar que você pode vencer. E eles acreditam que podem vencer", declarou Austin a um grupo de jornalistas depois que ele e Blinken se reuniram com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. "Nós acreditamos que podemos vencer, que eles podem vencer se tiverem o equipamento certo, o apoio adequado", completou.

 

Veja Também



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895