Reino Unido e Canadá fecham acordo comercial pós-Brexit

Reino Unido e Canadá fecham acordo comercial pós-Brexit

Tratado manterá a mesma relação bilateral entre os países

AFP

Boris Johnson disse que é um acordo fantástico para o Reino Unido

publicidade

O Reino Unido e o Canadá fecharam neste sábado um acordo comercial provisório pós-Brexit que manterá, a partir de 1º de janeiro de 2021, a mesma relação bilateral que tinham enquanto Londres se beneficiava por integrar a União Europeia. A informação é do Ministério de Comércio Internacional britânico.

"Durante uma videochamada hoje, o primeiro-ministro Boris Johnson e o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, junto com a ministra do Comércio Internacional Liz Truss e sua contraparte canadense, Mary Ng, chegaram a um 'acordo de princípio' que estende o atual acordo comercial entre a UE e o Canadá", disse o ministério britânico.

"O acordo reafirma a troca comercial no valor de 20 bilhões de libras (26 bilhões de dólares) e garante a segurança de milhares de empregos", afirmou a ministra Liz Truss, que lembrou os laços históricos e culturais entre o Reino Unido e seus "amigos e aliados do Canadá".

"É um acordo fantástico para o Reino Unido, que garante o comércio transatlântico com um de nossos aliados mais próximos", declarou Boris Johnson, que disse esperar que isso "fortaleça" as exportações britânicas para o Canadá.

Do lado canadense, o governo se parabenizou pela manutenção de "um acesso preferencial ao mercado britâncio", que é o mais importante para esse país na Europa. O texto, ainda não oficialmente assinado, será, porém, provisório, já que ambas as partes preveem negociações no próximo ano para "concluir um novo acordo mais ambicioso", indicou a ministra britânico.

O acordo "personalizado" vai permitir, segundo o comunicado, ir mais longe "em setores como o comércio digital, o meio ambiente e a valorização econômica das mulheres".

Por enquanto, as empresas britânicas escapam com esse acordo provisório de algumas taxas de entrada no mercado canadense, que representariam 42 milhões de libras (55 milhões de dólares), segundo o Ministério de Comércio Internacional.

O Reino Unido e a União Europeia continuam atolados em suas negociações pós-Brexit. Um acordo entre as duas partes deve ser selado e ratificado antes de 31 de dezembro.

 

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895