Telescópio da Nasa registra brilho e imponência dos anéis de Saturno em nova foto

Telescópio da Nasa registra brilho e imponência dos anéis de Saturno em nova foto

Imagem foi feita no dia 20 de junho e revela que o sistema de anéis está inclinado em direção à Terra

Correio do Povo e R7

NASA destaca o padrão hexagonal no polo norte do planeta, registrada pela primeira vez pela sonda Voyage-1 em 1981

publicidade

A última imagem de Saturno obtida pelo telescópio Espacial Hubble – da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) – mostra com incrível nível de detalhamento o sistema de anéis do planeta. A agência espacial norte-americana descreva a estrutura como algo similar a "um registro fonográfico com ranhuras que representam uma estrutura detalhada dentro dos anéis e detalhes atmosféricos que antes só podiam ser capturados por naves espaciais que visitavam o mundo distante".

A Wide Field Camera 3 do Hubble observou Saturno em 20 de junho de 2019, quando o planeta se aproximou mais da Terra, a cerca de 845 milhões de quilômetros de distância. Esta imagem é a segunda de uma série anual de instantâneos tirados como parte do projeto Legacy Atmospherees Outer Planets (OPAL). Ele está ajudando os cientistas a entender a dinâmica atmosférica e a evolução dos planetas gigantes de gás do nosso sistema solar. No caso de Saturno, os astrônomos poderão acompanhar os padrões climáticos variáveis ​​e outras mudanças para identificar tendências.

A foto revela um planeta com uma atmosfera turbulenta e dinâmica, e mostra que uma grande tempestade visível na imagem de 2018 do Hubble na região polar norte desapareceu. Até a estrutura em faixas do planeta revela mudanças sutis de cor. Mas a imagem mais recente mostra muita coisa que não mudou. O misterioso padrão de seis lados, chamado de "hexágono", ainda existe no pólo norte. Causado por um jato de alta velocidade, o hexágono foi descoberto em 1981 pela sonda Voyager 1 da Nasa.

"Os anéis de assinatura de Saturno são ainda tão deslumbrante como sempre. A imagem revela que o sistema de anéis está inclinado em direção à Terra, dando aos espectadores uma visão magnífica da estrutura brilhante e gelada. O Hubble resolve numerosos cachos e os anéis internos mais fracos. Essa imagem revela uma clareza sem precedentes, vista apenas anteriormente em fotos tiradas pela sonda da Nasa que visitam o planeta distante. Os astrônomos continuarão seu monitoramento anual do planeta para rastrear os padrões climáticos instáveis e identificar outras mudanças", diz um comunicado da agência.

O Saturno é o sexto planeta do Sistema Solar, está localizado a 900 milhões de quilômetros de distância da Terra. Com cerca de 115 mil quilômetros de diâmetro, é nove vezes maior do que a Terra. Um dia por lá é equivalente a 10 horas terrestre e um ano corresponde a 29 anos aqui na Terra. O Hubble que está no espaço desde 1990 contribuindo com imagens do universo e já realizou mais de um milhão de observação desde então.

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895