Trump diz que Biden "venceu porque eleição foi fraudada" e reafirma que não reconhece resultado

Trump diz que Biden "venceu porque eleição foi fraudada" e reafirma que não reconhece resultado

Presidente comentou que ainda "há um longo caminho a percorrer" na Suprema Corte

Correio do Povo

Trump diz que Biden "venceu porque eleição foi fraudada" e reafirma que não reconhece resultado

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ainda não concedeu a eleição presidencial, mas, na manhã deste domingo, afirmou que perdeu a votação realizada no dia 3 de novembro para o democrata Joe Biden por conta de uma fraude. “Ele venceu porque a eleição foi fraudada. Não foram permitidos monitores ou observadores, voto tabulado por uma empresa privada da Esquerda Radical, Dominion, com uma má reputação e equipamento ruim que nem foi qualificada para o Texas (que ganhei por muitos!), uma mídia fake e silenciosa, e mais!", escreveu em mensagem no Twitter.

O tweet foi postado com um clipe de Jesse Watters, da Fox News, lançando dúvidas sobre o resultado da eleição – o conteúdo foi marcado pela rede social com impreciso. Minitos depois, Trumo afirmou que Biden "só ganhou aos olhos da mídia fake news. Não concedo nada! Temos um longo caminho a percorrer. Esta foi uma eleição fraudada", escreveu.

Nos 12 dias desde a eleição, Trump reivindicou consistentemente a vitória, ao mesmo tempo que afirmava sem sem evidências de que Biden e seus colegas democratas trapacearam. O presidente, desde a metade do ano, já construía a narrativa sob críticas à votação por correio, ampliada por conta da pandemia de Covid-19

Contudo, os membros do Comitê Executivo do Conselho de Coordenação de Infraestrutura Eleitoral (GCC), da Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura (CISA) e da Comissão de Assistência Eleitoral dos EUA afirmaram que "a eleição de 3 de novembro foi a mais segura da história americana. Neste momento, em todo o país, os funcionários eleitorais estão revisando e verificando todo o processo eleitoral antes de finalizar o resultado. Este é um benefício adicional para segurança e resiliência. Este processo permite a identificação e correção de quaisquer erros ou erros. Não há evidências de que qualquer sistema de votação excluiu ou perdeu votos, alterou votos ou foi de alguma forma comprometido".

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895