Vídeo de câmera de segurança mostra avião ucraniano sendo atingido por mísseis do Irã
capa

Vídeo de câmera de segurança mostra avião ucraniano sendo atingido por mísseis do Irã

Imagens registraram abate de aeronave perto da vila de Bidkaneh

Por
Correio do Povo

Todos as 176 pessoas que estavam a bordo morreram

publicidade

Um novo vídeo publicado no YouTube por um usuário iraniano identificado cono "M Betani"  mostra o momento em que dois mísseis atingiram o voo 752 da Ukraine International Airlines, que caiu pouco depois de decolar do aeroporto de Teerã na quarta-feira passada. As imagens parecem ser de uma câmera de segurança localizada no telhado de um prédio perto de onde o avião foi abatido por engano pelas forças iraniana. A equipe de investigação do jornal The New York Times confirmou a autenticidade do material.

A gravação mostra o primeiro míssil atingindo o avião, resultando em uma pequena explosão, seguido pelo segundo ataque, cerca de 23 segundos depois. Nenhum dos mísseis derrubou a aeronave, que pegou fogo e continuou a voar por vários minutos, tentando retornar ao aeroporto. O jornal confirmou que o novo vídeo foi filmado perto da vila de Bidkaneh, a 6,5 km de um local militar iraniano. O comandante da unidade de espaço aéreo do Corpo Revolucionário da Guarda Islâmica, Amir Ali Hajizadeh, disse que os mísseis foram lançados de uma base próxima.

Conforme busca pelos metadados da filmagem, a data de captura é 17/10/2019, não 8 de janeiro, o dia em que o avião foi abatido. O The New York Times aponta que isso ocorre porque o sistema de câmeras está usando um calendário persa, não gregoriano. A data se converte no dia 18 de Dey, o décimo mês do calendário persa. "Digitalmente, isso seria exibido como 18/10/2019 no vídeo. Uma teoria é que a discrepância de um dia pode ser explicada por uma diferença entre os anos bissextos persas e gregorianos", explica.