BM atinge marca de 400 armas apreendidas em Rio Grande desde o começo do ano

BM atinge marca de 400 armas apreendidas em Rio Grande desde o começo do ano

Objetivo é retirar o armamento das facções criminosas que estão em conflito na região e que já deixaram 98 mortos na cidade

Correio do Povo

Comandante do 6º BPM, major Iber Augusto Lesina Giordano, destacou redução dos indicadores de criminalidade

publicidade

A Brigada Militar atingiu a marca de 400 armas de fogo apreendidas na cidade de Rio Grande em 2022. A ofensiva visa principalmente retirar o armamento das facções criminosas que estão em conflito na região e que já deixaram 98 mortos desde o começo deste ano. O homicídio mais recente ocorreu na madrugada desta segunda-feira, quando um homem, de 37 anos, foi executado a tiros na Vila da Quinta. A vítima tinha antecedentes criminais.

De acordo com o comandante do 6º BPM, major Iber Augusto Lesina Giordano, “o número histórico de apreensões demonstram a qualificação e a dedicação dos efetivos envolvidos na redução dos indicadores de criminalidade”. Segundo ele, “constantemente estratégias de inteligência são traçadas, para qualificar o enfrentamento dos crimes violentos letais intencionais e proporcionar mais tranquilidade e segurança pública à comunidade riograndina”.

Conforme o major Iber Augusto Lesina Giordano, a apreensão do armamento é resultado de “um trabalho integrado entre os órgãos de segurança, no enfrentamento qualificado aos crimes violentos letais intencionais no município”. Ele lembrou ainda que Rio Grande é a cidade do Interior com maior número de apreensões de armas de fogo este ano. Já em todo 2021, a BM recolheu 118 armas de fogo. 


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895