BM confirma envolvimento de dois policiais militares na confusão com equipe da cantora Maraisa

BM confirma envolvimento de dois policiais militares na confusão com equipe da cantora Maraisa

Incidente ocorreu na madrugada do dia 23 deste mês em um bar no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre

Correio do Povo

publicidade

O Comando-Geral da Brigada Militar confirmou nesta terça-feira à reportagem do Correio do Povo que dois policiais militares estão envolvidos na confusão com a equipe da cantora Maraisa, da dupla com Maiara, na madrugada do dia 23 de março, dentro de um bar no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre. Inicialmente, havia surgido a informação de que um dos envolvidos no incidente seria um suposto policial civil. Imagens de câmeras registraram o fato.

Um dos brigadianos suspeitos é do 1º Batalhão de Polícia de Choque (1º BPChq) e está cedido à Força Nacional de Segurança. Já o outro está lotado no Departamento de Ensino da Brigada Militar. A Corregedoria-Geral da BM já apura o caso, cuja investigação também é realizada pela 10ª DP da Polícia Civil.

Uma nota oficial foi divulgada depois do incidente pela assessoria de imprensa das duas artistas. “Maraisa estava num dia de folga e foi a um bar acompanhada do produtor, secretário e esposa do produtor, além do segurança que sempre a acompanha. O rapaz que fez as provocações e atacou o produtor era um policial. Ele continuou tentando agredi-lo e a falar alto em tom de ameaça. O segurança estava saindo do banheiro quando viu o rapaz (policial) com a arma na mão. Ele conseguiu controlar e o disparo foi feito para o alto. Maraisa foi embora no dia seguinte. O produtor da dupla está com algumas escoriações causadas pela agressão. O incidente poderia ter outras consequências, se não fosse a agilidade e competência do segurança que acompanhava a cantora”, informou no comunicado.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895