BM diz ter sido recebida com arremesso de garrafas ao dispersar jovens no Centro de Porto Alegre

BM diz ter sido recebida com arremesso de garrafas ao dispersar jovens no Centro de Porto Alegre

Policiais militares usaram bombas de efeito moral para controlar a situação nas proximidades da Usina do Gasômetro

Correio do Povo

Nesta manhã havia pouca sujeira no local

publicidade

A Brigada Militar esclareceu a confusão ocorrida entre o final da noite dessa terça-feira e o começo desta quarta-feira nas proximidades da Usina do Gasômetro, no Centro de Porto Alegre. Conforme a BM, os policiais militares da Força Tática do 9º BPM e do 4º RPMon foram recebidos com arremesso de garrafas de vidro, sendo então necessário o emprego de bombas de efeito moral para dispersar a aglomeração de jovens na praça Júlio Mesquita e entorno.

Segundo a BM, uma ação semelhante para encerrar a festa carnavalesca fora do horário estipulado, gerando reclamações de moradores, havia sido realizada antes, sem incidentes, na área da rua da República, no bairro Cidade Baixa. No entanto, informou a instituição, a situação no Centro foi o inverso. Apesar do confronto, ninguém ficou ferido ou foi detido na operação de dispersão.

A própria BM acionou o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) sobre a necessidade de remoção dos cacos de vidro e lixo no local. Nesta manhã, a área estava praticamente limpa.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895