Bombeiros militares resgatam corpo de vítima que caiu do Morro das Furnas, em Torres
capa

Bombeiros militares resgatam corpo de vítima que caiu do Morro das Furnas, em Torres

Professor de capoeira desequilibrou-se na beira do penhasco de frente para o mar e despencou de um altura de 35 metros

Por
Correio do Povo

Técnica de rapel foi empregada em uma operação demorada e perigosa


publicidade

Uma operação de resgate foi concluída para a retirada do corpo do professor de capoeira Juliano Pinto, 42 anos, que caiu na manhã desta terça-feira do penhasco do Morro das Furnas, em Torres, no Litoral Norte. A vítima teve uma queda de cerca de 35 metros após ter ficado na beira do despenhadeiro de frente para o mar.

Residente em Soledade, a vítima perdeu o equilíbrio ao jogar rosas do topo. “Ele foi escorregando e caindo pelas pedras”, relatou um dos alunos dele, Nicolas Santos, à reportagem do Correio do Povo. “Todo mundo viu e não tinha como fazer nada”, lamentou.


O efetivo do 9º Batalhão de Bombeiros Militar foi mobilizado na ocorrência jnunto com a Brigada Militar e Polícia Civil. A retirada do corpo foi possível através da técnica de rapel, mas foi demorada devido às dificuldades do local. O professor de capoeira era contra-mestre do grupo Filhos Do Sul, de Soledade, que organizou uma excursão até Torres com cerca de 40 pessoas.