Brigada Militar evita novo atentado e prende três criminosos no bairro Teresópolis, em Porto Alegre

Brigada Militar evita novo atentado e prende três criminosos no bairro Teresópolis, em Porto Alegre

Houve apreensão de duas pistolas, um revólver e cerca de 80 munições, além de um veículo

Correio do Povo

xxxxx

publicidade

A Brigada Militar impediu mais uma vez um possível atentado que seria cometido por uma facção criminosa contra o grupo rival em Porto Alegre. Na madrugada desta segunda-feira, o efetivo do 1º BPM prendeu três criminosos em um Chevrolet Onix, roubado e com placas clonadas, que foi abordado no bairro Teresópolis.

Houve a apreensão de duas pistolas calibre nove milímetros, um revólver calibre 38, cerca de 80 munições, porções de maconha, três telefones celulares e três pares de placas automotivas.

Segundo os policiais militares, o carro tem características semelhantes a um veículo que estaria envolvido nos recentes homicídios ocorridos na Capital. O flagrante ocorreu em uma das áreas conflagradas pelo tráfico de drogas na cidade. “Ações como esta visam antecipar o delito, atuando na prevenção criminal e garantindo a segurança na capital gaúcha”, informou a Brigada Militar em um comunicado.

Na noite de sexta-feira passada, o 1º BPM já havia detido outros cinco criminosos com três armas, sendo todas pistolas calibres 380, 765 e nove milímetros, junto com 58 munições. Os suspeitos estavam em um Chevrolet Celta e foram abordados pelos policiais militares na rua São Miguel, no bairro Coronel Aparício Borges. Houve ainda o recolhimento de cinco telefones celulares e R$ 135,00 em dinheiro.

Por sua vez, o 21º BPM prendeu quatro suspeitos com uma pistola calibre nove milímetros com quatro carregadores e 30 munições, na noite desse domingo no bairro Chapéu do Sol. O quarteto foi abordado na avenida Juca Batista.

Os policiais militares recolheram ainda cerca de R$ 39 mil em dinheiro, três telefones celulares, dois relógios, embalagens para dinheiro e quatro cadernos com anotações do tráfico.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895