Brigada Militar quer criar rede de proteção à saúde mental em todo o RS

Brigada Militar quer criar rede de proteção à saúde mental em todo o RS

O objetivo é identificar policiais com adoecimento mental a partir de facilitadores em toda a BM

Correio do Povo

Primeira turma, com 137 brigadianos, formou-se durante videoconferência

publicidade

A Brigada Militar pretende formar novas turmas do Curso de Capacitação em Saúde Mental do Programa Anjos, cujo principal objetivo é identificar policiais militares que demonstrem algum sintoma de adoecimento mental e encaminhá-los para atendimento especializado. A primeira turma, com 137 brigadianos de todas as regiões do RS, formou-se na sexta-feira passada durante videoconferência em razão da pandemia do novo coronavírus.

O comandante-geral da BM, coronel Rodrigo Mohr Picon, revelou que as inscrições para uma nova turma devem ser abertas nas próximas semanas. “Estamos iniciando um trabalho de prevenção primária dos nossos policiais, em relação a suicídios e violência, através de uma rede de proteção em todo o Rio Grande do Sul”, explicou. “Nossa ideia é que este programa perdure no tempo e cada vez mais aumente”, destacou.

O curso prepara o policial militar como facilitador para detectar os problemas nos colegas e fazer o encaminhamento dos mesmos para o atendimento de saúde mental. Cada brigadiano capacitado ostentará um distintivo no uniforme como referencial na unidade onde atua. O coronel Rodrigo Mohr Picon enfatizou que a ideia é “formar centenas de policiais militares”. A capacitação inclui conceitos adequados sobre saúde mental visando diminuir o preconceito do assunto na corporação.

As aulas para a primeira turma foram ministradas por profissionais da saúde mental da BM e também por convidados que atuam na área. As 155 horas-aula foram realizadas no formato de ensino a distância, com as videoaulas produzidas em parceria com a TVE-RS. “Como psiquiatra, minha causa maior na Brigada Militar é a saúde mental, seja através das minhas atividades assistenciais, periciais e de gestão. O Programa Anjos terá muito a somar em todo este contexto, o que me deixa muito contente e empolgado”, afirmou o coordenador de ensino do curso, capitão Thiago Fernando Vasconcelos Freira.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895