Criminosos presos admitem que planejavam executar rivais em Caxias do Sul
capa

Criminosos presos admitem que planejavam executar rivais em Caxias do Sul

Todos fazem parte de uma facção e admitiram terem cometido um homicídio nesta semana

Por
Correio do Povo

Uma submetralhadora, uma espingarda e dois revólveres, além de munição, drogas e dinheiro, foram apreendidos com o grupo

publicidade

A Brigada Militar confirmou neste domingo que quatro pessoas fortemente armadas, presas em Caxias do Sul, admitiram que executariam rivais por ordem do comando da facção Bala na Cara. Os criminosos foram detidos pela Força Tática do 12º BPM na tarde dessa sexta-feira no bairro Salgado Filho.

Com eles, os policiais militares apreenderam uma submetralhadora calibre 9 milímetros, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38, 35 cartuchos de munição, buchas de cocaína e maconha, além de R$ 180, além de um radiocomunicador, celulares e coletes balísticos.

O setor de inteligência do batalhão já estava em alerta sobre os integrantes da facção após aparecerem ostentando armas em vídeo que circulou nas redes sociais nos últimos dias. A ação da Força Tática do 12º BPM começou quando os agentes abordaram um Renault Sandero na rua Cesare Baldisseroto, que tinha placas clonadas.

Em abordagem, um dos bandidos foi preso e na sequência, outros dois homens foram capturados após tentarem fugir. Além disso, em uma residências onde existe um conhecido ponto de tráfico de drogas, segundo a Brigada Militar foi preso o quarto criminoso. Um deles tinha um mandado de prisão em aberto.

Conforme os policiais militares, o grupo admitiu a participação na noite de quinta-feira de um homicídio registrado no bairro Reolon, onde um jovem foi executado com vários tiros perto de um bar.