Encontrado corpo de mulher que teria sido morta por ex-prefeito de Estância Velha
capa

Encontrado corpo de mulher que teria sido morta por ex-prefeito de Estância Velha

Polícia Civil suspeita que Elivir Desiam cometeu feminicídio e depois se suicidou no Litoral Norte

Por
Ricardo Pont / Rádio Guaíba

Desiam teve o corpo encontrado na praia de Imbé, no Litoral Norte


publicidade

O corpo da mulher que pode ter sido morta pelo ex-prefeito de Estância Velha Elivir Desiam, conhecido como “Toco”, foi encontrado na manhã deste sábado, na avenida Sete de Setembro, em Estância Velha. De acordo com a Polícia Civil da cidade, um irmão de Lúcia Bialoso Valença, de 35 anos, reconheceu o cadáver da irmã. O corpo, encontrado na cozinha da residência em que ela vivia, tinha sinais de esganadura na região do pescoço. Junto da vítima, a perícia localizou R$ 3 mil.

Nesta manhã, Desiam também teve o corpo encontrado na praia de Imbé, no Litoral Norte. A suspeita da Polícia Civil é de feminicídio seguido de suicídio. Policiais militares de Estância Velha localizaram o corpo da mulher após terem recebido uma ligação da Brigada Militar de Tramandaí.

Familiares do ex-prefeito ligaram para os PMs do litoral dizendo terem recebido uma ligação em que ele admitia o assassinato e dizia que pretendia se matar. Ao que tudo indica, o político morreu afogado.

“Toco” ocupou o cargo de vereador em Estância Velha, de 1997 a 2000, governou a cidade do Vale do Sinos pelo PT, de 2001 a 2008, e dirigiu a Fenac entre 2009 e 2016. Em 2018, ele concorreu a deputado estadual pelo PTB.