Facção criminosa é alvo de operação em São Leopoldo
capa

Facção criminosa é alvo de operação em São Leopoldo

Investigação apontou existência de uma área de narcotráfico sob comando de dois apenados

Por
Correio do Povo

Dinheiro e drogas foram encontrados por policiais civis

publicidade

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira a operação Piggyback com o objetivo de combater o tráfico de drogas exercido pela facção criminosa Os Manos em São Leopoldo, no Vale do Sinos. Houve o cumprimento de 12 mandados de prisão preventiva e outros 12 mandados de busca e apreensão no bairro Duque de Caxias. Os agentes prenderam 11 indivíduos. A ação foi coordenada pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo, chefiada pelo delegado Ayrton Martins Júnior. drogas, munição, dinheiro e celulares foram recolhidos.

As investigações duraram cerca de seis meses e apontaram que o narcotráfico ocorria na região conhecida como "labirinto", próximo ao Foro de São Leopoldo e à Estação Unisinos da Trensurb. O responsável pela comercialização de drogas na área é um detento, de 26 anos de idade, que está na Penitenciária Modulada de Montenegro, com antecedentes criminais por homicídios, roubos e tráfico de drogas ilícitas.

O "gerente" das bocas de fumo no bairro coordenava em torno de dez subordinados que estão sendo investigados pelos policiais civis. Já o líder acima dele é um apenado, de 38 anos idade, da Penitenciária Estadual do Jacuí, de 38 anos de idade, com antecedentes criminais por homicídios e narcotráfico. Ambos também são alvos das ordens judiciais.

Durante o trabalho investigativo, várias prisões de integrantes da facção foram realizadas com flagrantes de venda de cocaína e maconha, sendo obtidas provas mediante monitoramento e filmagem do tráfico de entorpecentes em locais públicos de grande circulação de pessoas na cidade, No período foram apreendidas drogas.