Farta quantidade de drogas e dinheiro é apreendida em operação conjunta em Bagé

Farta quantidade de drogas e dinheiro é apreendida em operação conjunta em Bagé

Ação mobilizou a Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Brigada Militar

Correio do Povo

Entorpecentes foram avaliados em mais de R$ 300 mil

publicidade

A Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Brigada Militar divulgaram nesta quarta-feira o balanço da operação deflagrada contra o narcotráfico em Bagé. Mais de 16 quilos de maconha, dois quilos de cocaína e 400 gramas de crack, além de uma quantia superior a R$ 15 mil em dinheiro, um revólver calibre 38 com cinco munições intactas, quatro telefones celulares, três balanças de precisão e diversas munições de outros calibres, foram apreendidos.

Oriundas da Região Metropolitana de Porto Alegre, as drogas foram avaliadas em mais de R$ 300 mil e poderiam render mais de 20 mil porções para venda aos usuários. Três criminosos foram presos na ação desencadeada nos bairros Pedra Branca, São Bernardo e Mascarenhas.

A equipe da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Bagé, sob comando do delegado Cristiano Ritta, investigava a distribuição de drogas em Bagé, comandada por um detento da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Os agentes souberam então que uma grande quantidade de entorpecentes havia sido entregue em uma residência na cidade.

Com a deflagração da operação na última terça-feira, os entorpecentes foram sendo apreendidas e os traficantes presos. O delegado Cristiano Ritta destacou que o crime organizado tem tentado se instalar em Bagé cidade, mas “o trabalho de inteligência e investigação das polícias consegue coibir o tráfico de drogas”.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895