Furto a instituição pode deixar 150 crianças carentes sem aulas de música em Porto Alegre

Furto a instituição pode deixar 150 crianças carentes sem aulas de música em Porto Alegre

Instiuição foi alvo de criminosos entre a noite de segunda-feira e a madrugada de terça-feira

Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

publicidade

A Polícia Civil investiga o furto de dezenas de objetos da associação de apoio a crianças carentes Aldeia da Fraternidade, na zona Sul de Porto Alegre. O local foi arrombado por criminosos na madrugada de terça-feira. Foram levados 10 violinos, 7 teclados, 2 violões, um piano eletrônico, 4 pandeiros, mesa de som e caixas de som. A direção da instituição teme que as aulas para 150 alunos que participarão das atividades a partir de março sejam prejudicadas por falta dos instrumentos. Conforme a gerencia da Associação, o prejuízo estimado é de R$ 30 mil.

A titular da 6ª Delegacia de Polícia, Áurea Hoeppel, disse que não há muitas informações sobre o caso. O local, segundo ela, fica afastado e não há câmeras de monitoramento na região. Áurea lamentou e pede à população para fique em alerta a equipamentos musicais que possam ser comercializados de forma muito barata.

“É o fundo do poço. Realmente é algo que nos toca muito. Acreditamos que a população pode nos auxiliar, principalmente denunciando caso veja haja algum instrumento musical que considera suspeito sendo vendido”, destacou a delegada.

Os criminosos arrombaram o portão, segundo a investigação, permaneceram por mais de uma hora no local. Até o momento, não há informações sobre suspeitos de envolvimento no caso. A instituição atende cerca de 240 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social entre 1 e 18 anos.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895