Guarda Municipal prende dois ambulantes de frutas e verduras em Porto Alegre

Guarda Municipal prende dois ambulantes de frutas e verduras em Porto Alegre

Camelôs foram retirados da avenida Salgado Filho e atearam fogo em contêiner na avenida Borges de Medeiros

Correio do Povo

Depredação ocorreu durante operação Calçada Limpa

publicidade

Dois ambulantes irregulares foram presos em flagrante pela Guarda Municipal na noite dessa quarta-feira no Centro Histórico de Porto Alegre. A operação Calçada Limpa ocorreu com o objetivo de coibir o comércio ilegal e impedir o bloqueio de calçadas e vias na região. A dupla vendia frutas e verduras sem autorização da prefeitura na calçada da avenida Salgado Filho. Eles foram abordados e instruídos sobre a prática ilegal de comércio.

Após recolhimento dos alimentos, os camelôs atearam fogo em um contêiner na avenida Borges de Medeiros, além de ameaçarem de morte os agentes e o secretário-adjunto de Segurança, Comissário Zottis. O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul foi acionado.

As câmeras de monitoramento na área auxiliaram na identificação dos suspeitos. Os detidos têm 30 e 40 anos de idade. Um deles, responsável por incendiar o contêiner, possui antecedentes criminais por furto e roubo.

A dupla foi encaminhada pela Guarda Municipal para a Polícia Civil. Após autuação, um deles foi liberado mediante pagamento de fiança de R$ 1,5 mil. Já o outro responderá termo circunstanciado.

“A cidade tem regras de convivência que devem ser respeitadas. Não iremos tolerar que crimes e ilegalidades sejam praticados. De forma preventiva, realizamos as abordagens, porém, dois ambulantes ilegais terminaram presos por dano ao patrimônio e ameaça de morte”, garantiu Zottis.

Ainda durante a ação, outras bancas de hortifrutigranjeiros foram desativadas. Os alimentos apreendidos serão doados. A limpeza da região foi realizada depois pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU).


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895