Investigação de furto de mais de R$ 400 mil em joias em Santa Catarina chega ao Rio Grande do Sul

Investigação de furto de mais de R$ 400 mil em joias em Santa Catarina chega ao Rio Grande do Sul

Operação foi realizada em Novo Hamburgo e São Leopoldo, além de Criciúma

Correio do Povo

Joias foram recuperadas na ação

publicidade

A operação Garimpo foi realizada na manhã desta quarta-feira no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A ação é referente a uma investigação de furto de grande quantidade de joias e extorsão de uma empresária em Criciúma, em SC.

Policiais civis de ambos os estados cumpriram cinco mandados judiciais de busca e apreensão em Novo Hamburgo e São Leopoldo. Houve ainda a efetivação de duas prisões, sendo uma em Novo Hamburgo e outra em Criciúma. Os agentes apreenderam uma grande parte dos objetos furtados e roupas usadas pelos criminosos, além de dinheiro.

Os suspeitos são investigados em um inquérito da 1ª DP de Criciúma, coordenada pelos delegados Carlos Emilio da Silva e Yuri Miqueluzzi, que apura o furto do apartamento da empresária na área central da cidade, de onde foram subtraídos mais de R$ 400 mil em joias.

Os criminosos também estavam praticando extorsão contra a vítima, exigindo dinheiro, mediante ameaças de morte através de ligações telefônicas. Após os procedimentos, os presos serão encaminhados ao sistema prisional catarinense.

Na ação desta quarta-feira atuou a 2ª DP de Novo Hamburgo, chefiada pelo delegado Ivair Matos Santos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895