Jovem muda depoimento e admite que namorado tentou matá-la
capa

Jovem muda depoimento e admite que namorado tentou matá-la

Mulher foi baleada em quarto de motel de Porto Alegre no último sábado

Por
Correio do Povo

publicidade

Um mulher que foi baleada em um quarto de motel na zona Norte de Porto Alegre mudou a versão da história e admitiu, em depoimento, que o companheiro atirou intencionalmente contra ela. Em primeira oitiva, a jovem informou à Polícia que uma arma disparou acidentalmente contra ela na madrugada do último sábado. De acordo com o delegado Rodrigo Reis, coordenador das 1ª. 2ª e 3ª Delegacias de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Porto Alegre, a vítima prestou novo depoimento na tarde deste domingo e relatou então que havia ocorrido uma situação diferente da primeira versão apresentada. 

“Ela disse que o disparo não foi acidental, mas intencional”, resumiu, acrescentando que o caso foi enquadrado como “feminicídio tentado”. O inquérito passou portanto para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Porto Alegre. O autor dos disparos foi o namorado, de 40 anos, que está preso também por porte ilegal de arma de fogo e receptação pois o revólver calibre 38, usado no crime, encontrava-se furtado.

Residente no Litoral Norte, o casal discutiu no quarto do motel localizado na rua Dona Alzira, no bairro Sarandi, zona Norte da Capital, na madrugada do último sábado. A vítima foi atingida por uma bala na virilha. 

Conforme o delegado Rodrigo Reis, em oitiva, a jovem relatou que o casal já tinha uma relação conturbada. “Não houve discussão. Naquele momento ele resolveu simplesmente pegar a arma de fogo e disparar contra ela, sem motivo aparente”, ressaltou. Ela mentiu no primeiro depoimento supostamente por medo do companheiro. A mulher passou por cirurgia e segue internada no Hospital Cristo Redentor.