Liderança do PCC na fronteira com Paraguai é presa em operação de policiais civis do RS, SC e PR

Liderança do PCC na fronteira com Paraguai é presa em operação de policiais civis do RS, SC e PR

Investigação começou após apreensão da Polícia Rodoviária Federal de 65 quilos de drogas na BR 386, em Montenegro, em junho deste ano

Correio do Povo

Ordens judiciais foram cumpridas em Foz do Iguaçu, Porto União e São Miguel do Iguaçu

publicidade

A operação conjunta Minuano, com policiais civis do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, foi desencadeada na manhã desta quinta-feira para capturar uma liderança da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) que atua na fronteira com o Paraguai. Pelo RS, a ação foi conduzida pela 1ª DP de Montenegro, sob comando do delegado André Roese. Por SC foi mobilizada a DP de Porto União. Já no PR, a atuação ficou com o Denarc, Deccor e DP de São Miguel do Iguaçu, no Paraná.

Os agentes cumpriram mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em Foz do Iguaçu, Porto União e São Miguel do Iguaçu, onde o alvo da ação foi capturado em uma residência. Houve o recolhimento de duas espingardas, munição e um veículo de luxo, entre outros elementos de prova.

A investigação começou após a apreensão da Polícia Rodoviária Federal de 27 quilos de cocaína e 38 quilos de pasta base em junho deste ano no km 424 da BR 386, em Montenegro. Os 65 quilos de drogas, avaliados em R$ 8 milhões, estavam escondidos em um fundo falso de uma geladeira, dentro de um caminhão baú Volkswagen com mudança, vindo de Porto União. O motorista, um paranaense de 46 anos, foi preso na ocasião.

Ao longo do trabalho investigativo, os policiais civis dos três estados compartilharam informações de inteligência. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895