Mesmo com Força Nacional, Rio Grande do Norte registra novos ataques pelo 3° dia seguido

Mesmo com Força Nacional, Rio Grande do Norte registra novos ataques pelo 3° dia seguido

Ônibus, van escolar e carro foram incendiados

R7

publicidade

Mesmo com o reforço de agentes da Força Nacional para impedir os ataques que ocorrem no Rio Grande do Norte desde terça-feira (14), o estado foi vítima de mais um atentado na manhã desta quinta-feira (16) e ao menos dois ônibus foram incendiados na capital, em Natal.

De acordo com informações apuradas pela Record TV, homens armados pararam os coletivos e atearam fogo. Antes que as chamas se espalhassem, os passageiros que estavam nos ônibus conseguiram correr. Além disso, um carro e uma van escolar também foram queimados, bem como um posto de combustível.

Escolas e serviços públicos paralisados

Devido aos ataques, as escolas e os demais serviços públicos precisaram ser paralisados. Ao menos 31 cidades foram alvo dos ataques desde o início da onda de violência. A polícia acredita que, além da guerra com o poder público, a facção responsável pelos ataques também tenta eliminar o domínio do PCC (Primeiro Comando da Capital) na região metropolitana de Natal. As investigações apontam, ainda, que a ordem para o atentado partiu dos presídios.

Último balanço

De acordo com o último balanço das ações das forças de segurança, 57 suspeitos foram presos, sendo um adolescente, oito foragidos da Justiça recapturados, um tornozelado com arma de fogo, um tornozelado com galão de gasolina e 1 suspeito encaminhado ao hospital.

Além disso, foram apreendidos 15 armas de fogo, quatro simulacros de arma de fogo, 46 artefatos explosivos, 10 galões de gasolina, cinco motos, dois carros e uma quantia em dinheiro, drogas e munições.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895