Ministério da Justiça integra dados das polícias em novo painel

Ministério da Justiça integra dados das polícias em novo painel

Novo painel facilita interpretação de diversos dados referentes à estrutura e ao funcionamento da segurança pública do país

R7

Ministério da Justiça integra dados das polícias em novo painel

publicidade

Equipamento, efetivo, capacitação, estrutura e atividade desenvolvida pelos agentes das políciais Civil, Militar e Corpo de Bombeiros de todo o país fazem parte de um novo painel de informações. Os dados podem ser acessados por meio do site do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A iniciativa da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do MJSP, criou um novo  formato para a ferramenta Pesquisa Perfil das Instituições de Segurança Pública, ano-base 2019. Com a nova versão, o processo de busca ficou mais ágil e simples, tanto para o cidadão comum como para gestores públicos. 

A ferramenta reúne dados do perfil organizacional das instituições que compõem o Sistema Único de Segurança Pública, entre elas Polícias Civis, Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares. Um dos propósitos é auxiliar em estratégicas para desenvolvimento e elaboração de políticas públicas na área da segurança pública.

Para o diretor de gestão e integração de informações da Senasp, Alessandro Moretti, é fundamental que os dados estejam disponíveis em interfaces claras, simples e objetivas para auxiliar o usuário. Segundo ele, isso confere transparência às informações.

“O simples fato de tornar dados disponíveis não faz de uma organização um ente transparente. É preciso facilitar esse acesso. A nova ferramenta tem como objetivo conferir maior transparência e facilitar o acesso aos dados das instituições de segurança pública, além de auxiliar o gestor na formulação, implementação, execução, acompanhamento e avaliação de políticas públicas do estado”, reforçou.

Moretti esclarece, ainda, que a pesquisa é resultado de uma construção conjunta da Senasp, Estados e Distrito Federal e que estão previstos aprimoramentos para as próximas edições, tanto em abrangência, como em refinamento na coleta de dados.

"O Ministério da Justiça tem uma preocupação muito grande com a integração das instituições, para que a gente olhe para o Brasil como um todo. Para fazer isso, temos que ter um diagnóstico, porque o país apresenta realidades bem diferentes. Existem diferenças regionais, econômicas e geográfica, e isso se reflete na segurança", explica Moretti. 

Os dados, que antes eram apresentados de maneira mais complexa, foram colocados em painel de forma mais clara, com as principais informações que permitem tanto ao ministério como aos Estados terem essa visão mais organizada e efetiva. 

Histórico

Desde 2004, o Ministério da Justiça e Segurança Pública coleta e sistematiza, por meio da pesquisa, informações em torno de diversos fatores de caráter administrativo, como recursos humanos, materiais, capacitação e valorização profissional. Os dados são coletados anualmente, usando como base a data de referência de 31 de dezembro do ano anterior, e são de responsabilidade das instituições. Até o ano de 2019, os relatórios eram disponibilizados em planilhas na página do ministério, o que dificultava consultas mais dinâmicas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895