Mistério no caso da gaúcha assassinada em Itajaí, no Litoral Norte de Santa Catarina

Mistério no caso da gaúcha assassinada em Itajaí, no Litoral Norte de Santa Catarina

Natural de Novo Hamburgo, Denise de Paula Camargo, 32 anos, pode ter sido baleada por engano

Correio do Povo

Vítima estava dentro do veículo com o companheiro, que ficou ferido

publicidade

A Polícia Civil de Santa Catarina apura as circunstâncias e autores do assassinato da gaúcha Denise de Paula Camargo, 32 anos, ocorrido na manhã da última quarta-feira no bairro Fazenda, em Itajaí, no Litoral Norte de SC. Natural de Novo Hamburgo, ela foi baleada e morta dentro de um Hyundai HB20, de cor branca, na rua Antônio André Paulo.

O companheiro dela, de 27 anos, estava junto dentro do carro e ficou ferido pelos tiros. O casal foi socorrido e hospitalizado, mas ela não resistiu aos graves ferimentos. Não é descartado que o casal foi alvo dos tiros por engano.

Natural de Novo Hamburgo e bacharel em marketing, a vítima trabalhava desde 2017 em uma empresa de logística, como coordenadora operacional.

A Polícia Militar de SC atendeu inicialmente a ocorrência no local e foi informada de que os disparos foram efetuados por ao menos dois indivíduos que se aproximaram do veículo. Nada foi roubado. Apesar das buscas, os  suspeitos não foram encontrados.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895