Morador de rua foi quem atirou e matou dois policiais rodoviários federais no Ceará

Morador de rua foi quem atirou e matou dois policiais rodoviários federais no Ceará

Autor do crime estava no meio do trânsito da BR 116, em Fortaleza, e atacou os agentes da PRF que foram retirá-lo para não ser atropelado pelos veículos

Correio do Povo

Brigada Militar manifestou luto e pesar pelas vítimas

publicidade

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar as circunstâncias da morte de dois policiais rodoviários federais na manhã desta quarta-feira em Fortaleza, no Ceará. O crime ocorreu no km 6 da BR 116, próximo ao viaduto da avenida Oliveira Paiva, no bairro Cidade dos Funcionários.

As vítimas, Márcio Hélio Almeida de Sousa e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, foram mortas a tiros por um andarilho que corria o risco de ser atropelado e causava até congestionamento no trânsito. Ele investiu contra os agentes motociclistas da PRF. O autor do crime acabou em seguido sendo baleado por um policial rodoviário estadual de folga, que passava e viu a situação. O óbito do criminoso foi no local.

A PRF emitiu nota oficial de pesar. "É com imenso pesar que informamos o falecimento dos Policiais Rodoviários Federais Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, 43 anos, e Márcio Hélio Almeida de Souza, 53 anos, na manhã desta quarta-feira, 18 de maio, em Fortaleza. No momento do ocorrido, os policiais atuavam na BR 116. Durante uma fiscalização, Raimundo e Márcio foram auxiliar uma pessoa que caminhava desorientada na rodovia entre os veículos, a fim de evitar possível atropelamento".

"No momento da retirada do indivíduo da via, o mesmo resistiu a abordagem e entrou em luta corporal com os PRFs. Em seguida, o elemento disparou com arma de fogo contra os policiais. O PRF Márcio Helio Almeida de Souza tinha 15 anos na instituição. Ele nasceu em Baturité/CE, e atuou em diversos setores da PRF, com lotação no Ceará e em Roraima. Márcio era casado e deixa um filho. O PRF Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho ingressou na PRF em 2005. Ele é natural de Viçosa/CE, e atuou nos estados do Maranhão, Roraima e Ceará. Raimundo era casado e deixa duas filhas", acrescentou.

"Os policiais faziam parte do Comando de Operações Especiais da PRF. A PRF apura o caso em conjunto com as demais forças de segurança responsáveis, tendo sido criado um gabinete de crise para acompanhamento da ocorrência. O falecimento dos nossos policiais entristece toda a instituição. Manifestamos nossa sincera solidariedade e irrestrito apoio à família, desejando conforto também a familiares e amigos neste momento de dor. Patrulheiros heróis das estradas...Enfrentando perigos reais... Muitas vezes com riscos à vida...Na pureza dos seus ideais", concluiaa a nota oficial da PRF.

Em nota oficial, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará informou também que os dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) patrulhavam pela BR 116, quando “foram retirar um homem em situação de rua que estava transitando entre os carros no meio da via”.

“Após ser abordado, o suspeito teria tirado a arma de um dos policiais e efetuado disparos de arma de fogo contra os agentes. As vítimas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito no local. Durante a ação, um policial militar, que estava de folga e passava pelo local, atirou contra o suspeito, que também morreu”, acrescentou a SSPDS no comunicado. A Polícia Militar do Ceará recuperou as armas dos policiais rodoviários federais subtraídas durante a ação criminosa.

O crime chocou e enlutou a PRF em todo o país. Houve manifestações de pesar de outras forças de segurança pública. No Rio Grande do Sul, a Brigada Militar, por exemplo, postou comunicado. “Os oficiais, praças e servidores civis da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul solidarizam-se com todos os integrantes da Polícia Rodoviária Federal após ocorrência que vitimou dois policiais rodoviários motociclistas no estado do Ceará, na manhã de quarta-feira, 18/05. Os irmãos de farda da Brigada Militar estendem sua manifestação de força e pesar aos familiares e amigos dos dois policiais tombados no cumprimento do dever”, divulgou.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895