Motoristas de aplicativo fazem carreata após morte de colega
capa

Motoristas de aplicativo fazem carreata após morte de colega

Grupo fez manifestação por mais segurança no trajeto entre Porto Alegre e Alvorada

Por
Correio do Povo

Carreata por mais segurança reuniu centenas de motoristas

publicidade

Motoristas saíram em carreata de Porto Alegre até Alvorada, na tarde desta terça-feira, onde será velado e sepultado o corpo de Luís Fernando Rodrigues Dornelles. Morto na noite dessa segunda, ela trabalhava como motorista de aplicativo. Ele foi o oitavo profissional do ramo assassinado neste ano no Rio Grande do Sul. 

O objetivo da carreata é promover um protesto por mais segurança. Ao longo do deslocamento entre o Porto Seco, na Capital, e a cidade da região Metropolitana, motoristas de veículos como coletivos buzinaram, em apoio à manifestação, que reuniu centenas de veículos ao longo do trajeto. 

De acordo com a Polícia Civil, as primeiras informações apontam que a vítima havia deixado uma passageira no endereço, antes de serem ouvidos os disparos, na rua Fernão Dias, em Alvorada. Nada foi levado. As investigações apontarão se for homicídio ou latrocínio. Dornelles não tinha antecedentes criminais.