Organização de tráfico internacional de armas e drogas é investigada pela Polícia Federal

Organização de tráfico internacional de armas e drogas é investigada pela Polícia Federal

Grupo criminoso do Paraná envia maconha e cocaína para outros estados, incluindo o Rio Grande do Sul

Correio do Povo

Líder se intitula empresário e ostenta vida luxuosa

publicidade

A Polícia Federal investiga uma organização criminosa que atua no tráfico internacional de armas e drogas a partir de Foz do Iguaçu, no Paraná, na fronteira com Ciudad del Este, no Paraguai. O grupo de narcotráfico e armamento utilizaria supostas empresas do ramo de transporte para enviar carregamentos de maconha e cocaína e outros ilícitos para outros estados, incluindo o Rio Grande do Sul.

Na última sexta-feira, a PF desencadeou a operação IW em Foz do Iguaçu. Houve o cumprimento de dez mandados judiciais de busca e apreensão e de um mandado de prisão preventiva, além de bloqueio de valores em conta dos indiciados e das empresas utilizadas para a prática dos crimes.

A investigação começou após uma apreensão de quase meia tonelada de cocaína e de pistolas estrangeiras, ocorrida em outubro do ano passado. Ao longo do trabalho investigativo, os policiais federais conseguiram identificar o principal integrante da organização criminosa.

O líder do grupo intitula-se como empresário e ostenta uma vida luxuosa, tendo adquirido diversos bens de valor, incluindo uma mansão. Com auxílio da companheira, uma advogada, ele conseguia até reaver bens apreendidos em inquérito e processo judicial, passando-se por terceiro de boa-fé.

O casal e demais envolvidos serão agora indiciados pela Polícia Federal pelos crimes de associação para o tráfico, associação criminosa, tráfico internacional de drogas, tráfico de armas, falsidade documental e uso de documento falso.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895