Polícia Civil investiga abuso sexual de criança em banheiro de pizzaria em Gravataí

Polícia Civil investiga abuso sexual de criança em banheiro de pizzaria em Gravataí

O suspeito, um funcionário do estabelecimento comercial, foi preso pela Brigada Militar, após denúncia de familiares da vítima

Correio do Povo

Caso está com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam)

publicidade

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Gravataí, sob comando da delegada Fernanda Generali, vai investigar o caso do funcionário  de uma pizzaria suspeito de abusar sexualmente de um menino, de 9 anos, no banheiro do estabelecimento comercial, situado na cidade.

Na noite de domingo passado, a família da vítima jantava no local e a criança foi ao banheiro com um amiguinho, de 11 anos. Imagens de câmeras de monitoramento mostram inclusive o funcionário entrando em seguida no local. Há mais de dois anos trabalhando no local, o acusado nega o crime e contou que entrou no banheiro e xingou as crianças, pois uma delas urinava na pia do banheiro.  

O empregado, de 23 anos, foi detido pelos policiais militares do 17º BPM, que tinham sido acionados pelo próprio dono da pizzaria após denúncia da mãe, de 29 anos, da vítima. Encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Gravataí, o acusado teve o flagrante confirmado e poderá agora ser indiciado por estupro de vulnerável. O Conselho Tutelar foi comunicado também do fato.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895