Polícia desmonta quadrilha de narcotráfico, golpe dos nudes e homicídios em Eldorado do Sul

Polícia desmonta quadrilha de narcotráfico, golpe dos nudes e homicídios em Eldorado do Sul

Ação contra grupo criminoso, liderado por detento, resultou em 11 presos desde o começo da investigação

Correio do Povo

Houve o cumprimento de 18 ordens judiciais

publicidade

A Polícia Civil já prendeu 11 integrantes de uma associação criminosa envolvida com tráfico de drogas, homicídios e estelionatos através do golpe dos nudes, comandada por um detento. A operação Análise Final foi deflagrada para desarticular a quadrilha ao amanhecer desta terça-feira pela DP de Eldorado do Sul, sob comando do delegado Eric Dutra. Outros quatro envolvidos já foram capturados durante a investigação iniciada em julho deste ano, somando 15 detidos até o momento.

Houve o cumprimento de oito mandados de prisão preventiva e dez mandados de busca e apreensão. A ação, que mobilizou cerca de 50 agentes em 20 viaturas, ocorreu em Eldorado do Sul e Penitenciária Modulada Estadual de Osório. Na casa prisional foram recolhidas porções de cocaína e maconha, sete telefones celulares, carregadores e sete estoques. A 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM) e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) prestaram apoio. 

No dia 08 de julho, uma ordem judicial havia sido executada na residência de um dos suspeitos no bairro Loteamento. O local servia para o armazenamento de entorpecentes e servia como ponto de apoio para o narcotráfico. Na ocasião, quatro prisões foram efetuadas. Além de drogas, os policiais civis apreenderam telefones celulares.

De posse da autorização judicial para manipulação análise e extração de dados dos aparelhos telefônicos, a equipe policial encontrou indícios de autoria, além de farta materialidade da consumação do crime de tráfico de drogas através de conversas de aplicativo de mensagem além de imagens, prints, transferências bancárias via pix. Em uma das conversas obtidas como prova, um dos criminosos pede ao outro sobre como aplicar o golpe dos nudes pois estava precisando de dinheiro.

Ainda durante o trabalho investigativo e obtenção de informações dos celulares, os agentes da DP de Eldorado do Sul identificaram outras práticas criminosas como estelionatos, tráfico de armas e também um homicídio tentado que incluía a filmagem do ato a fim de comprovar para os mandantes a sua consumação.

“Dessa forma foram identificados operadores do tráfico, mandantes, armazenadores de drogas e armas e lideranças que encontravam-se, inclusive, recolhidos ao sistema prisional”, explicou o delegado Eric Dutra.

Segundo o diretor da 2ª DPRM, delegado Mario Souza, trata-se de "mais uma importante operação da Regional para desarticular associações criminosas do Estado que são violentas, atuantes no tráfico de drogas, estelionatos e homicídios".

Foto: PC / Divulgação  / CP


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895