Polícia Federal apreende 2,1 toneladas de cocaína no Mato Grosso

Polícia Federal apreende 2,1 toneladas de cocaína no Mato Grosso

Ação contra o tráfico internacional de drogas ocorreu nas cidades de Poconé e Sinop

Correio do Povo

Flagrantes, incluindo abordagem de avião, têm ligação entre si

publicidade

A Polícia Federal anunciou nesta segunda-feira a apreensão de cerca de 2,1 toneladas de cocaína em uma operação de enfrentamento do tráfico internacional de drogas no Mato Grosso. No final da tarde desse domingo, a PF e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Centro Integrado de Operações Aéreas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) realizaram uma ação na região de Poconé.

Houve o recolhimento de aproximadamente 1,7 tonelada de cloridrato de cocaína. O entorpecente estava escondido no meio da vegetação densa do Pantanal Matogrossense, coberto por lonas e folhas.

A descoberta foi fruto de intenso monitoramento da região fronteiriça realizada pelos órgãos de segurança pública no combate ao tráfico ilícito de drogas. A mesma área já havia sido anteriormente utilizada para esconderijo de drogas e nas proximidades foi constatada pista clandestina para pouso de aviões.

Preliminarmente, as investigações apontam possível ligação desta apreensão com o flagrante realizado horas antes em Sinop. Na ocasião, os policiais federais abordaram um avião com 462 quilos de cloridrato de cocaína. O piloto da aeronave monomotor foi preso em flagrante. A ação contou com a participação da Polícia Militar e do Centro Integrado de Operações Aéreas da Sesp.

Ambos os carregamentos possuem a estampa de um cão brabo com a palavra Pitbull e a mesma cor dos fardos. O trabalho investigativo da Polícia Federal prossegue para identificação de todos os envolvidos, lideranças e a descapitalização das organizações criminosas, além de combater os voos do narcotráfico em pequenas aeronaves carregadas com drogas oriundas dos países fronteiriços. 


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895