Polícia Federal faz operação contra furtos de cabos e sinalizações na linha férrea da Trensurb

Polícia Federal faz operação contra furtos de cabos e sinalizações na linha férrea da Trensurb

Em 2021, a ação criminosa causou prejuízos na estatal que ultrapassam R$ 770 mil e afetou o transporte público de milhares de pessoas

Correio do Povo

Quatro mandados judiciais foram cumpridos na ação

publicidade

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira a operação 6.6kV com o objetivo de reprimir o furto de cabos e objetos de sinalização das linhas férreas da Trensurb na região do Vale do Rio dos Sinos. Apenas em 2021, os prejuízos da estatal federal já ultrapassam os R$ 770 mil. Além da perda patrimonial, os constantes ataques acarretam a paralisação do transporte público de milhares de pessoas e elevam ainda riscos de acidentes na linha férrea.

Houve o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão em São Leopoldo. Os alvos foram pontos comerciais identificados como receptadores dos materiais furtados da empresa pública. O material furtado acaba posteriormente revendido pelos suspeitos.

Com apoio da estatal, a investigação começou em setembro passado e identificou ao menos três possíveis receptadores de materiais subtraídos da Trensurb. Conforme apuração dos policiais federais, o furto é executado geralmente por usuários de drogas no período noturno.  Existem indícios de que os receptadores também realizavam o repasse de drogas aos responsáveis pelos furtos.

Segundo os agentes, um aumento exponencial nas ocorrências de subtração de materiais dos trilhos do trem foi registrado esse ano. A avaliação é de que a elevação do número de casos tenha relação com a valorização do metal cobre, principal matéria-prima encontrada nos cabos de energia do sistema.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895