Polícia realiza prisão de homem que mantinha animais sob maus-tratos em Alvorada

Polícia realiza prisão de homem que mantinha animais sob maus-tratos em Alvorada

Detido pagou a fiança e foi liberado

Samantha Klein / Rádio Guaíba

publicidade

A Polícia Civil informou nesta segunda-feira que um homem foi preso em Alvorada, na Região Metropolitana, pela Brigada Militar por manter, em uma residência, pelo menos 20 cães e gatos em péssimas condições. O caso é resultado de uma denúncia feita à Prefeitura do município.

Segundo a Polícia Civil, essa pode ter sido uma das primeiras prisões por crime contra animais desde que foi sancionada lei que aumenta a pena por esse tipo de delito. Até então, os flagrantes por maus-tratos resultavam em apenas três meses a um ano de detenção. A partir de agora, a pena com prisão foi elevada para prazo de dois a cinco anos de prisão.

O delegado Juliano Ferreira, diretor da 1ª Delegacia Regional Metropolitana, confirmou que 20 cães e gatos foram resgatados após denúncia e confirmação de maus-tratos. Estavam machucados, sem fornecimento de comida e presos em cordas. “Até pouco tempo, o máximo que seria feito em um caso como esse é a aplicação de um termo circunstanciado, agora vai preso e tem que pagar fiança”, resumiu.

Veja Também

O homem pagou a fiança e foi liberado. Já os animais foram encaminhados para um local de proteção no município e deverão ser encaminhados para adoção.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895