Preso preventivamente suspeito que matar a ex e o atual namorado dela em Gravataí

Preso preventivamente suspeito que matar a ex e o atual namorado dela em Gravataí

Indivíduo apresentou-se com advogado na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam)

Correio do Povo

Crime ocorreu no dia 16 deste mês no bairro Cruzeiro

publicidade

A titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Gravataí, delegada Fernanda Generali, confirmou nesta quinta-feira a prisão preventiva do suspeito de matar a ex-companheira e o atual namorado dela na madrugada do dia 16 deste mês. O crime foi um dos recentes feminicídios ocorridos na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Na tarde dessa quarta-feira, o indivíduo, de 34 anos, apresentou-se na delegacia, acompanhado de um advogado. Ele foi detido pela prática dos delitos de feminicídio e homicídio consumados.

“Conforme os agentes policiais que atenderam o local de crime e segundo informações colhidas em sede de investigação preliminar, o suspeito invadiu a residência da vítima, sua ex-companheira, e efetuou disparos de arma de fogo contra a essa e seu atual namorado”, lembrou a delegada Fernanda Generali.

“A vítima já havia registrado ocorrências policiais contra o suspeito, em momento anterior, possuindo medidas protetivas de urgência desde junho de 2022, sem notícia de eventual descumprimento. A ordem judicial foi concedida, mediante representação da autoridade policial, diante da gravidade in concreto do fato e da periculosidade do agente, o qual empregou intensa violência contra as vítimas, que, surpreendidas durante a madrugada, no recesso familiar, foram alvejadas por diversos disparos de arma de fogo, aparentemente em contexto de violência de gênero”, explicou.

“O suspeito ainda tem contra si outros registros de ocorrências policiais, sendo-lhe imputados os crimes de ameaça (por cinco vezes), perseguição e lesão corporal, o que evidencia a prática reiterada de condutas criminosas”, acrescentou a titular da Deam de Gravataí.

O casal foi assassinado dentro de casa, na rua Alzira Fonseca Schmitz, no bairro Cruzeiro. Os corpos das vítimas, sendo ele de 22 anos e ela de 25 anos, foram encontrados mortos no chão. Policiais militares do 17º BPM compareceram no local, além do Instituto-Geral de Perícias e Polícia Civil.


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895