PRF confirma que é gaúcho o caminhoneiro que arrastou moto pela BR 101, em Santa Catarina

PRF confirma que é gaúcho o caminhoneiro que arrastou moto pela BR 101, em Santa Catarina

Motorista foi preso em flagrante após rodar mais de 30 quilômetros na rodovia

Correio do Povo

Imagens da ocorrência, que deixou um morto e um ferido, circularam nas redes sociais

publicidade

O caminhoneiro que percorreu mais de 30 quilômetros arrastando uma moto pela BR 101, em Santa Catarina, é gaúcho da cidade de Camaquã. A confirmação foi dada pela Polícia Rodoviária Federal na manhã desta segunda-feira à reportagem do Correio do Povo.

O condutor da motocicleta, Anderson Pereira, 49 anos, teve lesões leves. Já a passageira, Sandra Pereira, 47 anos, esposa dele, ficou gravemente ferida e foi encaminhada pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros Militares, ao hospital de Itajaí. Ela não resistiu e morreu no domingo. O motorista, de 36 anos, foi preso em flagrante. Com ele, o efetivo da PRF apreendeu duas pedras de cocaína.

Retornando de São Paulo, o caminhoneiro conduzia uma carreta Mercedes-.Benz Axor, com placas de Camaquã, que colidiu na traseira de uma motocicleta Kawasaki Vulcan, com placas de Camboriú, onde estava o casal, no km 106 da BR 101, em Penha. A moto ficou engatada ao para-choque do caminhão. “A passageira ficou caída no local do acidente. O caminhoneiro, no entanto, seguiu em frente sem prestar socorro às vítimas. Segundo relato do condutor da moto, ele subiu na cabine da carreta e ficou pendurado na porta, tentando fazer o motorista parar, mas sem sucesso”, informou a PRF.

Colidindo ainda em outros veículos na rodovia, a carreta seguiu até o km 139 da BR 101, já em Balneário Camboriú, onde um outro caminhoneiro conseguiu fazê-la reduzir a velocidade para que fosse puxada a mangueira de ar dos freios e fizesse assim parar o veículo na písta. A Polícia Militar compareceu em seguida no local, efetuando a prisão.

“Segundo relatos, o motorista teria sido agredido por populares. O caminhoneiro, de 36 anos, fez o teste com bafômetro com resultado negativo. Dentro do veículo foram encontradas duas pedras de cocaína”, disse a PRF. Vários vídeos gravados e postados nas redes sociais registraram o fato.

O motorista gaúcho foi encaminhado à Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú. Em nota, a Polícia Civil de Santa Catarina anunciou que o motorista foi autuado pela morte da mulher e por tentativa de homicídio qualificado pela utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima; por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência; fuga de local de acidente de trânsito e posse de drogas para consumo próprio (foi encontrado dentro do caminhão uma porção de cocaína).

O auto de prisão em flagrante, assinado pelo delegado Uiliam Soares da Silva, segue agora para o Poder Judiciário. “Ele afirmou que não ia falar porque não se lembrava dos fatos. Falou que achou que estava num sonho e não sabe nem precisar o que fez. Disse que estava há muito tempo sem dormir, que fez uso de rebite para ficar acordado e que pode ter usado cocaína e remédio tarja preta”, disse o delegado ao jornal Notícias do Dia, de Florianópolis. “Não foi um acidente de trânsito. Ele jogou o caminhão em cima dos motociclistas com o intuito de causar a morte”, acrescentou.

De acordo com o Notícias do Dia, o casal vinha de um passeio a Campo Alegre, no Planalto Norte de Santa Catarina. Eles costumavam passear pelas cidades com a motocicleta nova, sonho do marido, comprada há cerca de dois meses. Hospital Marieta Konder Bornhausen,

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895