PRF resgata 153 pássaros silvestres em abordagem em Porto Alegre

PRF resgata 153 pássaros silvestres em abordagem em Porto Alegre

Pai e filho foram presos por tráfico de animais e já possuem antecedentes por crimes ambientais

Correio do Povo

Vindas da fronteira com Uruguai, aves estavam em condições degradantes no porta-malas do veículo

publicidade

A Polícia Rodoviária Federal confirmou nesta quinta-feira o resgate de 153 pássaros silvestres em Porto Alegre. As aves da fauna nativa, identificadas como das espécies cardeal e tupy, estavam sendo transportadas em condições degradantes no porta-malas de uma Toyota Hilux que foi abordada na tarde da última quarta-feira na nova ponte do Guaíba. Os animais vinham da fronteira com o Uruguai.

Segundo a PRF, um pai, de 60 anos, e filho, de 19 anos, foram presos. O idoso reside em Cachoeirinha e possui antecedentes criminais por tráfico de animais silvestres. É a décima vez que ele é flagrado e preso por este tipo de crime. Já o jovem mora em Gravataí. Juntos, os dois somam mais de 15 ocorrências envolvendo tráfico de animais.

Os pássaros resgatados pela PRF foram imediatamente encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama, onde receberão tratamento especializado devido aos maus-tratos. Os dois traficantes foram encaminhados para a Polícia Civil. O veículo, avaliado em mais de R$ 300 mil, foi apreendido e sofrerá processo de perdimento.

DOIS LAJEADOS

Em Dois Lajeados, a Delegacia do Meio Ambiente do Departamento Estadual de Investigações Criminais, da Polícia Civil, apreendeu 24 aves silvestres em cativeiro na manhã desta quinta-feira. Houve o cumprimento de mandado de busca e apreensão em uma residência, na área central da cidade.

Segundo a delegada Marina Goltz, os pássaros se dividiam entre as espécies pintassilgo, azulão, frade, cardeal, tangará serra, coleiro e pintagol. Os agentes recolheram ainda seis alçapões para captura das aves da fauna nativa. A ação faz parte da operação Voo Livre.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895