Quadrilha de sequestradores é investigada em Porto Alegre

Quadrilha de sequestradores é investigada em Porto Alegre

Vítimas dos criminosos eram mulheres que trabalham como motorista de aplicativo, sendo que uma delas foi libertada no bairro Cristal

Por
Correio do Povo

Cativeiro ficava localizado na vila da Pedreira, no bairro Cristal, e já teria sido usado antes


publicidade

A Polícia Civil investiga um crime de extorsão mediante sequestro cuja vítima foi uma motorista de aplicativo, de 51 anos, arrebatada na noite dessa segunda-feira em Porto Alegre. Dois dos cinco criminosos envolvidos foram presos em flagrante. Um revólver e três celulares foram apreendidos. Não houve e o pagamento de resgate exigido e a vítima foi libertada ilesa. O caso é apurado pela 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos (1ª DRR) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), sob comando do delegado João Paulo de Abreu. 

A vítima trabalhava com um Nissan Versa, de cor preta, quando foi abordado no final da tarde dessa segunda-feira na rua Caeté, no bairro Vila Assunção, na Zona Sul da Capital. Quatro criminosos, em um Ford Fiesta, de cor prata, praticaram o roubo e levaram a motorista de aplicativo. Uma câmera de monitoramento registrou parcialmente a ação, sendo possível visualizar que três indivíduos desceram do carro e foram até a mulher. Eles passaram a exigir dos familiares dela a quantia de R$ 5 mil em dinheiro como resgate. Um vídeo feito por celular foi até enviado pela quadrilha ao marido da vítima.

O caso foi então assumido pela 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos do Deic, sob comando do delegado João Paulo de Abreu. Os policiais civis assessoram os familiares na negociação do preço do resgate, além de adotarem as medidas necessárias para a identificação dos criminosos e da localização da vítima.

Já durante a noite, nas diligências no bairro Cristal, com apoio dos policiais militares do 1º BPM, os agentes descobriram o cativeiro vazio em uma casa na vila da Pedreira. A vítima recém havia saído com os bandidos no Ford Fiesta para sacar dinheiro para eles em um banco com o cartão e senha dela.O veículo foi localizado e abordado em seguida na avenida Icaraí, na esquina com rua Pedro Américo Leal. Dois bandidos, sendo um foragido, com o revólver, foram presos em flagrante. A vítima foi libertada. Por sua vez, o Nissan Versa foi achado abandonado no morro Santa Tereza, perto da rua Corrêa Lima. O sequestro durou em torno de cinco horas. O local do cárcere ficou isolado para o Instituto-Geral de Perícias.


Os policiais civis descobriram que uma ocorrência semelhante, com uma outra motorista de aplicativo, havia sido registrado no domingo passado na Zona Norte da Capital. Na ocasião, a vítima foi mantida em cárcere no mesmo cativeiro na vila da Pedreira. Na ocasião ocorreu o pagamento do resgate. O delegado João Paulo de Abreu pretende agora verificar mais casos parecidos nos últimos tempos e capturar os três criminosos restantes que fazem parte da quadrilha.Qualquer informação pode ser repassada para o telefone gratuito 0800-510-2828, mesmo no anonimato.