Quadrilha rouba carga de 9 mil celulares no Salgado Filho em Porto Alegre

Quadrilha rouba carga de 9 mil celulares no Salgado Filho em Porto Alegre

Grupo invadiu terminal do aeroporto após render funcionário

Franceli Stefani

Terminal de Cargas foi palco de um roubo durante a madrugada desta terça-feira

publicidade

Uma quadrilha formada entre seis a 10 criminosos roubou durante a madrugada desta terça-feira uma carga de 9 mil celulares de um terminal do Aeroporto Internacional Salgado Filho, na zona Norte de Porto Alegre. Segundo informações da Brigada Militar e do titular da Delegacia de Roubo de Cargas, delegado Arthur Raldi, o grupo conseguiu ingressar no local usando o "passe" de um funcionário de uma transportadora que usa o espaço de cargas da LATAM. O prejuízo ainda será calculado.   

Em entrevista ao Correio do Povo, Raldi relatou que o roubo começou a tomar forma longe do Salgado Filho, ainda em Alvorada, quando o dono da transportadora foi abordado pelos criminosos em casa. Ele foi rendido e obrigado a ligar para um dos seus funcionários, um motorista, para que fosse até a residência com um caminhão da empresa. 

Ao chegar em Alvorada, o motorista também foi rendido pela quadrilha. A partir daí, o grupo se dividiu: enquanto alguns permaneceram na casa com o dono da transportadora, os outros comparsas ingressaram no baú do caminhão e acompanharam o motorista até o terminal de cargas do aeroporto. Os criminosos ainda usaram uma Fiat Ducato, uma van, para seguir o funcionário até o local do roubo. 

A presença do motorista da transportadora facilitou a entrada de parte da quadrilha no terminal de cargas e lá, no espaço administrado pela Latam, o grupo realizou o roubo dos 9 mil celulares. Na fuga, os criminosos deixaram o local sem deixar suspeitas, ainda na companhia do funcionário da transportadora. A vítima foi solta minutos depois e os assaltantes fugiram. 

Por volta das 5h, o Corpo de Bombeiros foi acionado em Alvorada para atender uma ocorrência no bairro Feijó. Uma Fiat Ducato foi incendiada. Conforme o delegado Arthur Raldi, ao menos quatro veículos teriam sido usados na ação: um Fiat Uno; um Volkswagen Jetta, uma Renalt Duster e a Fiat Ducato. As câmeras de monitoramento do terminal de cargas devem ser analisadas para a continuidade de investigação.  

Nota da Fraport 

Responsável pela administração do Aeroporto Salgado Filho, a Fraport explicou em nota que o crime ocorreu no Terminal de Cargas Doméstico às 3h20min e que a responsabilidade pelo local é das companhias aéreas. A empresa ressaltou ainda que as operações de pouso e decolagem seguem normalizadas. 

Nota da LATAM 

Após receber uma solicitação da reportagem, a LATAM Cargo Brasil informou que está colaborando com as autoridades policiais nas investigações.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895