Santa Catarina era o destino do carregamento de armas apreendido pela PRF do Paraná

Santa Catarina era o destino do carregamento de armas apreendido pela PRF do Paraná

Houve a interceptação de 51 pistolas e 57 carregadores na BR 277, em Santa Terezinha de Itaipu

Correio do Povo

Armas de calibre 9 milímetros são de fabricação argentina, croata e turca

publicidade

A Polícia Rodoviária Federal já descobriu que Santa Catarina era o destino final de um carregamento de armas apreendido no Paraná. Na tarde da última quinta-feira, o efetivo da PRF localizou 51 pistolas automáticas de diversas origens estrangeiras, além de 57 carregadores sobressalentes, durante uma ação na BR 277, em Santa Terezinha de Itaipu, na região Oeste do PR.

O armamento estava escondido em sacos plásticos dentro do tanque de combustível de um Renault Sandero, alugado na cidade de Navegantes (SC). Já mercadorias de pequeno valor foram encontradas no porta-malas. O flagrante ocorreu em conjunto com a Receita Federal.

Preso por tráfico internacional de armas de fogo, o motorista do veículo confessou que levaria as armas para Balneário Camboriú (SC), onde mora. Entre elas, os policiais rodoviários federais identificaram pistolas de fabricação argentina, croata e turca, todas de calibre 9 milímetros.

No sábado passado, a PRF do Paraná já tinha interceptado outro arsenal em um Volkswagen Gol na BR 277, em Guarapuava, também com destino a Santa Catarina.

Na ocasião, os policiais rodoviários federais localizaram 30 pistolas de calibre 9 milímetros com 70 carregadores de pistola, bem como 16 carregadores de fuzil calibre 556. O armamento, de fabricação croata, estava com a numeração suprimida para dificultar a identificação.

O destino era Florianópolis (SC). O condutor admitiu que regressava de Foz do Iguaçu, na fronteira com Ciudad del Este, no Paraguai. Mercadorias estrangeiras, como perfumes, celulares, cigarros e eletrônicos, também foram recolhidas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895