Veículo clonado com placas de Santana do Livramento é usado em roubo em Blumenau

Veículo clonado com placas de Santana do Livramento é usado em roubo em Blumenau

Envolvimento de algum bandido gaúcho com criminosos catarinenses é investigada pela Polícia Civil

Correio do Povo

Após a fuga, carro foi encontrado abandonado pela Polícia Militar

publicidade

A quadrilha que assaltou a agência da cooperativa de crédito Viacredi em Blumenau, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, utilizou placas de um carro da cidade gaúcha de Santana do Livramento no veículo usado no ataque. O roubo ocorreu no início da tarde desta segunda-feira na rua Doutor Pedro Zimmermann (SC 108), no bairro Itoupava Central. A possibilidade de participação de algum bandido gaúcho com criminosos catarinenses é investigada pela Polícia Civil de SC.

Os criminosos usaram um Honda WR-V, de cor branca, que havia sido roubado no dia 10 deste mês, mas clonaram com as placas de um Hyundai HB20 do município gaúcho. Após a fuga, o carro foi localizado pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, abandonado na entrada de um acesso de chão batido às margens da rua Professor Jacob Ineichen. No automóvel, os policiais militares encontraram miguelitos e gasolina que seria usada possivelmente para incendiar o carro.

No assalto, registrado por câmeras de monitoramento, cinco fortemente armados, inclusive com um fuzil, desembarcaram rapidamente do veículo parado na frente da agência. Eles atiraram na porta de vidro da entrada e na porta giratória para invadirem o prédio, onde renderam funcionários. Os assaltantes apossaram-se de uma quantia em dinheiro não divulgada que estava nos caixas, mas não conseguiram acessar o cofre. A arma e o colete balístico de um vigilante foram também levados.

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Blumenau investiga o caso. Em entrevista na manhã desta terça-feira ao Correio do Povo, o delegado Rodrigo Raitez explicou que várias linhas de apuração do roubo estão sendo apuradas. Sobre a clonagem do Honda WR-V com placas de um Hyundai HB20 de Santana do Livramento, ele observou que “ainda não podemos afirmar se os criminosos também são daí, mas é uma possibilidade que vamos verificar com certeza”, afirmou.

“Por enquanto nada de concreto. Isso vamos tentar descobrir no decorrer da investigação. Tem a possibilidade de algum dos criminosos ser gaúcho, o que motivaria a placa do Estado”, acrescentou o delegado Rodrigo Raitez. "Ainda estamos verificando todas as possibilidades", resumiu o titular da DIC de Blumenau.

Foto: Notícias do Dia / Especial / CP

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895