Vizinho de vítima de latrocínio em Tio Hugo está entre os quatro suspeitos do crime

Vizinho de vítima de latrocínio em Tio Hugo está entre os quatro suspeitos do crime

Ana Kelen de Oliveira Ortiz pode ter sido morta para não reconhecê-lo durante o assalto

Correio do Povo

Buscas ao quinto criminoso mobilizam 3º BPCHq e BOPE

publicidade

Um vizinho da vítima do latrocínio ocorrido nessa terça-feira em Linha Machado, no interior de Tio Hugo, na região Norte do Estado, está entre os quatro suspeitos presos após o crime. A informação é do titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Carazinho, delegado Leandro Antunes, na manhã desta quarta-feira à reportagem do Correio do Povo. Ele acredita que a moradora, Ana Kelen de Oliveira Ortiz, 39 anos, natural de Soledade, pode ter sido assassinada a tiros para que não identificasse o vizinho durante o assalto à propriedade rural dela.

Já a Brigada Militar informou nessa manhã que foi avistado o possível quinto envolvido no crime e que está fugindo pelos matos e campos da região. As buscas na área estão sendo realizadas pelas tropas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do 3º Batalhão de Polícia de Choque (3º BPChq), sendo feitas incursões e barreiras.

O vizinho foi quem ficou ferido no confronto com policiais militares na fuga. A maioria dos quatro presos, sendo dois jovens e dois menores de idade, é de Passo Fundo. Houve a apreensão de uma espingarda modificada calibre 22, uma carabina de pressão calibre 5.5, um simulacro de pistola,17 munições, uma lanterna e quatro telefones celulares. As prisões foram feitas pelo 3º BPChq e pelo 38º BPM.

O latrocínio aconteceu no final da manhã dessa terça-feira. Um dos assaltantes simulou que precisava de gasolina emprestada por ele e amigos estavam com o carro parado na estrada. No momento em que a moradora disse não, os outros três indivíduos se aproximaram e anunciaram o roubo.

A vítima foi baleada com cinco tiros, sendo dois nas costas e três no peito. O óbito foi no local. O delegado Leandro Antunes não descarta que os criminosos tinham como o objetivo localizar supostas armas, pois o marido da Ana Kelen de Oliveira Ortiz é um brigadiano aposentado.

Uma espingarda calibre 32 que foi levada da casa foi recuperada. O Renault Clio, usado pelos bandidos, ficou abandonado na estrada, sendo recolhido. O titular da Draco adiantou que o caso será investigado pela DP de Victor Graeff, que atende a cidade de Tio Hugo.

Foto: BM / Divulgação / CP


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895