Após debandada do Inep, Bolsonaro confirma provas do Enem 2021 com "a cara do governo"

Após debandada do Inep, Bolsonaro confirma provas do Enem 2021 com "a cara do governo"

Exame está marcado para acontecer nos dias 21 e 28 de novembro

R7

Bolsonaro fez críticas a edições passadas do Enem

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro assegurou, nesta segunda-feira, durante agenda em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, a realização das provas do Enem 2021, marcadas para os dias 21 e 28 de novembro. De acordo com Bolsonaro, o exame "começa agora a ter a cara do governo".

"O Milton (Ribeiro, ministro da Educação) é uma pessoa séria, responsável, é do ramo, ele me mandou uma mensagem agora há pouco. Disse que a prova do Enem vai ocorrer na mais absoluta tranquilidade. O que eu considero e muito também: começam, agora, a ter a cara do governo as questões da prova do Enem. Ninguém precisa estar preocupado com aquelas questões absurdas do passado, que caíam temas de redação que não tinham nada a ver com nada. Realmente, é algo voltado para o aprendizado", disse.

As dúvidas sobre a continuidade do processo do Enem 2021 surgiram depois de uma debandada de profissionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na semana passada, quando mais de 30 servidores se demitiram das funções que ocupavam por suposta interferência nas provas.

Veja Também

"O negócio é complexo, conversei muito rapidamente com o Milton. Seria bom vocês conversarem com ele, o que levou àquelas demissões. Não quero entrar em detalhes, mas é um absurdo o que se gastava com poucas pessoas lá. Um absurdo. É inadmissível o que acontecia", explicou.

Bolsonaro está desde sábado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e ainda cumprirá agendas no Barein e no Catar


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895