Bolsonaro usa Twitter para criticar ambiente acadêmico

Bolsonaro usa Twitter para criticar ambiente acadêmico

Presidente declarou que espaço tem sido "massacrado por ideologia de esquerda"

AE

Presidente afirmou que uma das prioridades do MEC é impedir "mal que esteve tão perto de destruir" país

publicidade

Em meio às recentes polêmicas envolvendo o Ministério da Educação, que incluem uma aparente disputa entre um grupo ligado a Olavo de Carvalho, militares e técnicos em cargos comissionados, o presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter para dizer que o ambiente acadêmico está sendo "massacrado" pela ideologia de esquerda, que "tripudia o capitalismo". Segundo o presidente, uma das prioridades do governo "é quebrar o ciclo da massa hipnotizada".

De acordo com Bolsonaro, "o ambiente acadêmico com o passar do tempo vem sendo massacrado pela ideologia de esquerda que divide para conquistar e enaltece o socialismo e tripudia o capitalismo. Neste contexto a formação dos cidadãos é esquecida e prioriza-se a conquista dos militantes políticos".
 

 


Por isso, de acordo com o presidente, uma das prioridades do governo "é quebrar o ciclo da massa hipnotizada comendo migalhas enquanto seus líderes nadam em milhões da corrupção do erário".

 

 

 

 

 


"Não se refaz da noite para o dia algo tão grande, mas um ponto de partida já existe e estamos fazendo nossa difícil parte. Desejamos que outras gerações se organizem e levem adiante esta sementinha que foi plantada por muitos", escreveu. Por fim, o presidente disse que o objetivo é impedir "mal que esteve tão perto de destruir" o país volte com força.

 

 

 

 

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895